Decidir sobre a melhor ferramenta rotativa é uma tarefa que até mesmo os construtores profissionais e amadores consideram difícil.

Como escolher a melhor ferramenta rotativa?

Com inúmeras ferramentas no mercado atual, selecionar a ferramenta mais cara, ou comprar aquela com mais acessórios, ou optar por uma de marca nem sempre garante uma boa compra.

O truque é escolher uma ferramenta que atenda às suas necessidades e não apenas um instrumento de marca com preço caro que acabará ficando inútil em sua oficina.

O Que é Uma Ferramenta Rotativa?

Kit de ferramentas rotativas – fonte: dremel.com

Uma ferramenta rotativa é uma ferramenta elétrica portátil com uma ponta rotativa que aceita uma infinidade de acessórios.

O instrumento vem em um tamanho compacto que o torna leve e eficiente quando colocado em uso. Sua alta velocidade e versatilidade o tornaram uma ótima escolha para ferramentas elétricas grandes e volumosas.

Para obter o valor da ferramenta e do seu dinheiro, você deve ser bem informado e informado sobre essas ferramentas.

Neste guia, apresentarei todos os detalhes sobre ferramentas rotativas e seus acessórios.

Por Que As Ferramentas Rotativas Seriam Os Novos Canivetes Suíços

Uma ferramenta rotativa pode ser a peça mais versátil da oficina.

Com esta ferramenta portátil de alta velocidade, você pode realizar tarefas como lixar, gravar, modelar, polir, desbastar e cortar com muita facilidade.

É um tipo de instrumento “muitos em um” . Tendo a acreditar que é o canivete suíço da indústria da construção.

As ferramentas rotativas são com ou sem fio, seus numerosos acessórios permitem que você execute trabalhos detalhados em metal, madeira, vidro, cerâmica e até mesmo vinil.

Vários usos de uma ferramenta rotativa

Essas ferramentas podem funcionar como substitutos perfeitos para a maioria das ferramentas em sua própria oficina. Eles são poderosos e podem realizar centenas de tarefas que não podem ser realizadas por ferramentas grandes.

Sua flexibilidade os torna uma ferramenta imprescindível para construtores, profissionais e pessoas ultra-habilidosas.

Se você deseja embelezar sua oficina ou expressar seu talento criativo de uma nova maneira, usar a melhor ferramenta rotativa é essencial para você!

É indispensável para quem realiza benfeitorias em sua casa.

Como um DIYer assertivo, investi em uma ferramenta rotativa para minhas tarefas de reforma e construção de casas. Como não tenho uma oficina completa, tendo a escolher ferramentas leves e compactas que podem caber na minha caixa de ferramentas de garagem.

Uma ferramenta rotativa é um exemplo e é útil quando quero lixar superfícies ou reduzir ladrilhos de cerâmica.

A Ciência Por Trás Do Mecanismo De Trabalho Das Ferramentas Rotativas

As ferramentas rotativas operam girando um acessório em uma taxa de velocidade mais alta.

A maioria dessas ferramentas apresenta velocidades variáveis que podem cobrir uma faixa de 5.000 a 35.000 rotações por minuto (RPM). Outros chegam com velocidades fixas de aproximadamente 30.000 RPM.

As versões de velocidade variável são controladas por um interruptor que pode ser pressionado / puxado por alguns milhões de rotações por minuto a mais de 30.000 RPM.

O mecanismo da ferramenta é um potente motor elétrico que gira os acessórios em torno de um eixo fixo.

Considerando que os motores utilizados têm alta resistência, os usuários terão um desempenho consistente ao cortar, polir, lixar ou retificar.

É por causa desse forte desempenho e durabilidade que a ferramenta acabou sendo essencial para carpinteiros, drywallers e eletricistas.

NOTA:

A alta velocidade não garante necessariamente que a ferramenta realizará o trabalho com eficiência.

A título de exemplo, uma ferramenta rotativa com um motor de 3 Amp em 20.000 RPM operará efetivamente em projetos de tarefas como corte de madeira, em comparação com este com motor de 1,2 Amp em 30.000 RPM.

Ao comprar, você precisa considerar a potência do motor junto com a quantidade máxima de rotações que a ferramenta rotativa pode fazer por minuto.

Diferentes Tipos De Ferramentas Rotativas

As ferramentas rotativas no mercado hoje variam em termos de uso pretendido e mecanismo de operação.

Os dois principais tipos de ferramentas rotativas serão os modelos centrais e recortados, que podem vir com ou sem fio.

Para poder comprar a melhor ferramenta rotativa, você precisa entender o que esses modelos significam e se eles podem atender às aplicações planejadas.

Ferramentas Rotativas Básicas

Estas serão as versões principais que vêm em dimensões compactas. É devido ao seu tamanho compacto que são consideradas a melhor alternativa para usuários domésticos e iniciantes na área de ferramentas rotativas.

Se você é um DIYer confesso ou um profissional que faz gravações sazonais e tarefas de corte, os modelos compactos serão a melhor escolha para você. Você obtém funções detalhadas, como layouts artísticos em marcenaria.

No geral, uma ferramenta rotativa fundamental é excelente para
aparar, aparar, moldar e gravar .

Como essas ferramentas têm um pequeno motor de aproximadamente 1,2 a 1,8 Amp, seu ritmo básico pode ser lento para você.

Embora isso possa parecer uma desvantagem, na verdade é uma vantagem. Este tipo de capacidade permite máxima flexibilidade e controle durante o uso do instrumento, ao contrário dos modelos de cut-out com motores grandes.

Ferramentas Rotativas Recortadas

Ao contrário das versões compactas, as ferramentas rotativas de corte são grandes e pesadas porque têm motores grandes.

Normalmente, essas ferramentas são empregadas em aplicações profissionais e comerciais .

Por exemplo, ferramentas rotativas de corte são as melhores alternativas para empreiteiros que removem paredes secas em grande escala em trabalhos de reforma de casas.

Ferramenta rotativa recortada

Devido aos seus tamanhos, controlar uma ferramenta de corte pode ser uma tarefa desafiadora para amadores.

O motor dos modelos de corte regulares varia de 3 a 5 Amps. A potência desses motores permite que as ferramentas lidem com atividades de tarefas como o corte de metais e madeiras duras.

No entanto, as ferramentas de corte incluem vários recursos, como opções de ajuste e uma ampla variedade de acessórios.

Com Fio E Sem Fio

Há um debate interminável entre aqueles que preferem ferramentas rotativas com fio e aqueles que preferem os modelos sem fio.

Em outras palavras, debate atrás para você, vou explicar onde essas opções de eletricidade melhor se destacam quando o instrumento é colocado em uso.

Quando você conhece a aplicação particular de uma ferramenta rotativa, tem que entender se ela vai se adequar às suas necessidades antes mesmo de fazer a compra.

  • Ferramentas rotativas com fio ou elétricas

Ferramentas rotativas com fio seriam as mais favorecidas no campo, pois fornecem opções de energia ilimitadas.

Como indivíduo, tudo que você precisa é conectar a ferramenta a uma fonte de energia confiável e ela funcionará pelo tempo que você desejar.

Um instrumento com fio é ideal para pessoas que lidam com trabalhos excepcionalmente detalhados e tediosos .

A única desvantagem é a mobilidade restrita e o fato de que você não pode usá-los do lado de fora, onde não há fornecimento de eletricidade, a menos que você tenha um gerador.

A maioria das ferramentas rotativas recortadas vêm em modelos com fio.

  • Ferramentas rotativas sem fio

As ferramentas rotativas sem fio têm uma série de benefícios, incluindo serem bastante convenientes e portáteis durante o uso.

Se você é um DIYer ou profissional que está procurando uma ferramenta rotativa para realizar atividades pequenas e rápidas, a opção sem fio é a melhor para você.

Você pode usar a ferramenta ao ar livre sem o incômodo de um longo cabo elétrico.

No entanto, eles são um pouco mais pesados do que as ferramentas elétricas e você pode precisar carregá-los com freqüência se for um usuário ocupado.

Normalmente, as ferramentas sem fio têm seleção de saída de energia de 4,8 a 18 volts que é equivalente a 1 a 2 5,5 Amps das versões com fio.

Além disso, as ferramentas sem fio têm uma faixa de 5.000 a 16.000 RPM, em comparação com as ferramentas sem fio que podem ir até 35.000 RPM.

Taxa Fixa E Variável

Considerando que existem modelos que vêm com velocidade fixa, as melhores ferramentas rotativas têm configurações de taxa variável.

Acho que essas ferramentas de poder não têm sentido se você não pode ajustar sua taxa para corresponder a uma aplicação específica.

A título de exemplo, empregar uma velocidade máxima em materiais sensíveis como joias de prata é um pouco exagero. Taxa variável significa que você pode realizar várias tarefas sem se preocupar com seu caráter.

Tamanho De Bit Menor E Maior

A pequena haste de uma ferramenta rotativa é determinada por seu tamanho.

Ferramentas maiores, como aquelas que suportam motores de 3 Amp, podem acomodar membros menores e maiores.

Como tal, ferramentas maiores são mais flexíveis nas opções de bits. Ferramentas menores não podem acomodar bits maiores do que eles.

No campo das ferramentas multiferramentas de hoje, as ferramentas rotativas possuem um padrão de compatibilidade de haste de 1/20 cm a 1/10 cm.

Melhores Marcas De Ferramentas Rotativas

Assim como a maioria das ferramentas de construção, você perceberá que existem dezenas de fabricantes de ferramentas rotativas.

Porém, você descobrirá que algumas marcas como Dremel e Dewalt são mais proeminentes. Ambas as marcas premium são famosas por sua capacidade de fabricar ferramentas multiferramentas excelentes.

Outras marcas notáveis incluem Milwaukee, Makita, Ridgid, Hitachi e Bosch.

As 7 Etapas Seguras Para Escolher A Ferramenta Rotativa Certa

Existem algumas ferramentas rotativas com preços baratos no mercado atual, mas sua durabilidade e qualidade são questionadas.

Mas você não precisa gastar uma fortuna para obter a melhor ferramenta rotativa para as aplicações específicas que está procurando resolver com isso.

Para localizar a ferramenta mais adequada para você, é necessário considerar a próxima variável antes de se comprometer e fazer um orçamento para uma ferramenta rotativa específica.

1 – Forma De Trabalho

A primeira etapa que você deseja realizar ao escolher uma ferramenta rotativa é considerar o tipo de trabalho que deseja fazer com esta ferramenta.

Por exemplo, as ferramentas rotativas elétricas são mais adequadas aos profissionais que devem usar ferramentas rotativas diariamente.

As ferramentas com fio vêm com potência ilimitada e, portanto, também são poderosas para uma ampla variedade de aplicações, incluindo limpeza, lixamento e corte.

Por outro lado, vale a pena considerar uma ferramenta sem fio para aqueles que querem cuidar de projetos de bricolagem estranhos em casa. Ferramentas sem fio tendem a ser menos potentes do que suas contrapartes com fio.

2 – Facilidade De Uso

Sua ferramenta rotativa de seleção deve ser relativamente fácil de usar. Você não deve encontrar nenhum desafio ao trocar acessórios e conexões.

Ao restringir suas opções, observe como é fácil alterar os acessórios dessas ferramentas. Você não precisa dos modelos que exigirão uma chave inglesa no processo.

Também descobri que, embora os modelos sem fio não sejam prejudicados por fios longos, as ferramentas rotativas com fio são mais leves.

Além disso, descubra como a ferramenta vibra, pois as vibrações constantes podem levar à fadiga das mãos.

3 – Peso E Manuseio

Corte de drywall usando uma ferramenta rotativa

Uma ferramenta rotativa sem fio é a escolha ideal se a portabilidade também for um fator importante para você. Mas você precisa estar bem preparado para carregar a ferramenta sem fio ocasionalmente.

Ainda assim, você pode acabar sacrificando o poder ao mover junto com as versões sem fio.

Outro fator que você deve considerar é um instrumento com design ergonômico para um manuseio confortável. Esse pequeno fator cria muita diferença quando você está trabalhando com o instrumento por horas prolongadas.

Você deve optar por ferramentas elétricas mais poderosas e leves se a portabilidade não for um dos itens essenciais para você.

4 – Potência E Velocidades

A importância da potência de saída dependerá do que você pretende fazer com a aplicação.

Para longas horas de trabalho, escolha as versões elétricas.

Além disso, as ferramentas rotativas elétricas têm mais flexibilidade no que diz respeito à velocidade.

Suas velocidades ajustáveis variam de 5.000 a 35.000 RPM. Velocidades mais rápidas serão cruciais para tarefas simples e fáceis, enquanto velocidades mais lentas serão úteis quando você quiser mais precisão.

5 – Recursos E Desempenho

Enquanto alguns fabricantes fornecem recursos adicionais para destacar seus modelos, muitas ferramentas rotativas são fundamentais em teoria.

Você precisa experimentar os detalhes do produto do programa e as colunas de especificações nos manuais do fabricante.

Dessa forma, você também aprenderá sobre os recursos adicionais que foram incorporados ao instrumento e se eles têm valor para seu desempenho.

6 – Acessórios e Anexos

Ferramenta Rotativa com Acessórios

A maioria dos fabricantes de ferramentas rotativas incorpora muitos acessórios diferentes com a ferramenta. Alguns incluem até 100 anexos e acessórios.

É uma boa ideia considerar onde você aplicará mais o instrumento e, portanto, verifique se os acessórios apropriados estão contidos na embalagem.

Você ainda pode comprar kits de anexos separadamente, caso não encontre tudo de que precisa no pacote.

Os kits ideais incluirão acessórios de serra, discos de lixar e discos de corte, entre outros.

Sempre aconselho que você verifique os depoimentos ou observações do cliente anterior sobre a qualidade dos anexos. Além disso, descubra se eles são confiáveis!

7 – Acessibilidade

O preço é uma variável importante com uma ampla variedade de materiais de kit e especificações de produto.

Primeiro você deve considerar quanto está disposto a pagar. Você perceberá que as versões de marcas proeminentes como Bosch, Dremel e Dewalt são um pouco caras do que as de outras marcas.

Se você estiver com orçamento limitado, convém considerar a possibilidade de renunciar a essas marcas proeminentes por um nome internacional menos conhecido.

No entanto, algumas ferramentas podem ter um preço alto, mas são equipadas com muitos acessórios e acessórios.

Bottom Line

Como você já deve ter percebido, há muito a ser considerado ao escolher a melhor ferramenta rotativa. O que um gravador profissional considera o melhor nem sempre é o melhor para um carpinteiro.

Desde que descobri a “mágica” que poderia realizar com essa habilidade multi-ferramenta, meu jogo DIY melhorou.

Posso remover argamassa, cortar ladrilhos, consertar gavetas e lavar superfícies metálicas com a mesma ferramenta.

À medida que você se acostuma com a ferramenta de sua escolha, encontrará muitas outras tarefas que poderá fazer com ela em sua casa ou oficina.