Carinhoso, inteligente e identificador, o gato Bobtail americano é um excelente animal de estimação. Conhecidos por suas caudas curtas, esses gatos se reúnem com adultos, crianças e também com cães, o que os torna um grande diferencial para famílias que gostam de animais.

Se você está tentando encontrar um novo animal de estimação, ou apenas precisa entender mais sobre essa raça estranha, continue lendo, pois veremos tudo o que você deseja para aprender mais sobre o Bobtail americano. Abaixo, falaremos sobre a história bizarra desses gatos, caráter, demandas de cuidados e muito mais. Incluímos até alguns fatos rápidos sobre esse Bobtail, para obter uma visão geral útil.

História Do American Bobtail Cat

Ao contrário de muitas raças de gatos, o Bobtail americano pode rastrear sua origem em um minuto. A partir da década de 1960, alguns poucos John e Brenda Sanders de Iowa tiraram férias no Arizona. Eles tropeçaram em um gato de cauda curta e imediatamente se apaixonaram.

O casal teve uma forte relação com o gato, eles atiraram nele para casa no final da viagem e o chamaram de Yodi. De volta a Iowa, Yodi teve gatinhos usando a gata mestiça de John e Brenda, levando a uma confusão que dividiu a cauda curta de seus pais.

Logo, a família e os amigos notaram aqueles gatinhos incomuns. Quando tinham idade suficiente, vários desses animais foram criados com gatos de pêlo longo de ponta colorida, levando aos primeiros Bobtails americanos oficiais.

Com o passar do tempo, as formas de pêlo longo e curto desses Bobtail foram criadas em todos os tipos de cores e padrões, causando a variedade de raças que vemos agora.

Embora caudas cortadas sejam uma variante genética natural, também surgiram de vez em quando durante a história dos felinos, essa foi a primeira vez que os Bobtails foram criados intencionalmente. Finalmente, isso resultou no Bobtail sendo formalmente reconhecido pela American Cat Fanciers Association (ACFA) em 2000.

Fatos Rápidos Sobre O American Bobtail Cat

Abaixo estão alguns fatos significativos sobre o gato Bobtail americano que os proprietários em potencial devem entender:

  • Bobtail americano é conhecido por sua aparência selvagem, caracterizada por sua própria estrutura robusta, orelhas em tufos e olhar perscrutador
  • O Bobtail americano às vezes é chamado de cachorro, eles gostam de jogar e podem até ser obtidos para caminhadas
  • O gato Bobtail americano tem inteligência superior à média para conseguir um felino
  • Existem variações de cabelo curto e estendido de seu Bobtail, e são compreendidas pelo ACFA
  • Um Bobtail americano saudável pesa entre 6 e 8 kg
  • O gato Bobtail americano típico tem uma vida útil entre 11 e 15 anos
  • Devido ao seu temperamento elástico, o gato Bobtail americano é ótimo para viajar
  • Gatos Bobtail adoram brinquedos interativos e, portanto, são espertos o suficiente para descobrir truques
  • Apesar de seus casacos brilhantes, o Bobtail americano requer pouca manutenção quando se trata de escová-lo e só precisa ser escovado uma ou duas vezes por semana
  • American Bobtails podem ser considerados gatos internos ou ter acesso ao exterior maravilhoso
  • Quando entusiasmados, os Bobtails podem abanar o rabo
  • Ao contrário de outras linhagens nacionais, os gatos Bobtail americanos demoram a chegar à idade adulta, contanto que duas ou até três décadas
  • Bobtails são geralmente uma raça forte e não são mais propensos a alguns problemas de saúde felinos do que o normal

Coisas Que Você Deve Estar Ciente

Agora que cobrimos alguns detalhes simples sobre a raça, é hora de nos aprofundarmos em mais detalhes sobre esses gatos intrigantes.

A seguir, discutimos alguns conselhos importantes para os proprietários em potencial, desde questões de bem-estar e alimentação até curativos e outras manutenções.

Saúde

Bobtails americanos são geralmente saudáveis, gatos. Eles não são propensos a nenhum problema de saúde específico em relação aos gatos e possuem uma longa vida útil para os gatos domésticos, frequentemente chegando a 15 décadas.

Dito isso, os gatos domésticos geralmente tendem a ter alguns problemas de saúde sobre outros. Abaixo estão alguns problemas comuns de saúde felina que cada proprietário deve saber:

  • Doença do trato respiratório

Como os humanos, os gatos são vulneráveis ao estranho resfriado, gripe ou doença torácica. Fique de olho em caso de tosse, espirro e secreção nasal. Esses problemas geralmente se resolvem por si próprios, no entanto, quando os sintomas persistirem por pelo menos uma semana, ou quando seu gato estiver lutando para respirar, leve-os ao veterinário imediatamente. Em raras situações, seu gatinho pode de fato estar com asma se exibir persistentemente sintomas semelhantes aos do resfriado.

  • Hipertireoidismo

Esta doença, que afeta a glândula tireóide, pode ser desencadeada por uma série de causas, frequentemente um tumor. Faz com que a glândula tireóide produza muito hormônio, causando sintomas como perda de peso, náuseas, diarreia, aumento da sede e mau estado do pelo. A forma como o hipertireoidismo é tratado depende de sua própria origem, mas os gatos podem ter um prognóstico fantástico com ajustes dietéticos, tratamento com iodo ou mesmo medicação de longo prazo.

  • Desordem cardíaca

Cada vez que um centro de gatos não está funcionando com a eficiência necessária, ocorrem doenças cardíacas. Isso às vezes se deve a uma falha na disposição dos corações com a qual o gato nasce ou se desenvolve mais tarde, geralmente como uma parte das paredes. Os sinais de doença cardíaca felina incluem letargia ou fraqueza geral, falta de ar, desmaios, tosse e respiração ofegante. Um em cada dez gatos nacionais desenvolverá doenças cardiovasculares ao longo da vida, por isso é essencial que os proprietários conheçam os indicadores e procurem assistência veterinária o mais rápido possível.

  • Problemas do aparelho digestivo

No trato digestivo de um gato, algumas coisas diferentes podem falhar. Doenças, parasitas, tumores e corpos estranhos alojados são os problemas digestivos mais comuns que um gato doméstico típico pode enfrentar. Se um gato está vomitando, sofrendo de diarreia, inchaço ou tem uma mudança repentina de apetite, é provável que algo esteja incorreto em seu trato digestivo. Se você descobrir algum desses sintomas e eles persistirem por alguns dias, é hora de ligar para o veterinário. Se você sabe que seu gato comeu algo que não deveria, no entanto, é importante procurar atendimento veterinário imediatamente. Obstruções do trato digestivo podem ser particularmente prejudiciais se não forem tratadas rapidamente.

  • Cistite e distúrbio renal

Os gatos são carnívoros obrigatórios e, às vezes, suas dietas ricas em proteínas podem ser exigentes no útero, o que os torna vulneráveis a doenças como pedras nos rins. Os indicadores de doenças da bexiga e do trato urinário incluem esforço para urinar, urina com sangue e seu gato se aliviando em lugares estranhos.

Para ajudar seu amigo felino a evitar cistite e distúrbios renais, é importante garantir que ele tenha acesso a muita água limpa. Se você não acredita que seu gato está bebendo o suficiente, mude-o para uma dieta úmida para aumentar a ingestão de líquidos e considere comprar bebedouros para gatos. Na natureza, os gatos normalmente evitam beber água, pois ela pode ficar estagnada.

  • Alergias

Como nós, humanos, os gatos podem sofrer de alergias, freqüentemente a determinados componentes dos alimentos. As alergias frequentes para gatos incluem grãos, soja e formas específicas de carne e peixe. Gatos que sofrem de alergias podem inchar ou vomitar depois de comer, e freqüentemente apresentam coceira na pele. Felizmente, as reações alérgicas dos seus gatos podem normalmente ser controladas por meio de uma mudança na dieta.

Mesmo que essas sejam as doenças de saúde mais comuns que seu gato pode ter, é importante lembrar que elas não são a essência de tudo. Se você notar algo fora do normal em relação ao seu bem-estar Bobtails, certifique-se de levá-los a um veterinário de confiança quando possível.

Alimentando

Alimentar seu gato Bobtail com uma dieta adequada nas partes ideais é vital para que ele tenha um estilo de vida saudável e alegre. Isso significa que pode depender de sua idade e nível de atividade.

Abaixo está um guia para selecionar o que alimentar, quanto alimentar e com que freqüência alimentar:

  • Forma de comida

Um gato adulto espera uma dieta com pelo menos 26% de proteína, enquanto os gatinhos precisam de uma porcentagem ligeiramente maior de 30%. Ao escolher um alimento em seu Bobtail, verifique o rótulo com atenção, pois deve exibir o teor de gordura e proteína dos alimentos, auxiliando você a fazer uma escolha informada.

A comida úmida para gatos é geralmente uma escolha melhor do que a comida seca para gatos. Não é tão oleoso quanto a ração seca, o que significa que você pode alimentar o seu gato com partes um pouco maiores. Isso ajudará a manter o apetite de seus animais de estimação sob controle, também ajuda a prevenir a superalimentação com lanches e guloseimas entre as refeições.

Seja qual for o sabor que você escolher, esteja atento a um alimento em que a proteína animal é o seu ingrediente número um. Ao contrário dos cães, os gatos precisam ter uma dieta quase totalmente à base de carne para se manterem saudáveis.

Também é uma ideia fantástica estar à procura de alimentos ricos em ácidos gordos ómega. Os gatos fazem uma dieta com um teor de gordura de cerca de 10%, e os ácidos graxos ômega têm a vantagem de estimular o bem-estar da pele e do cabelo.

  • Dimensões da Porção

Como o American Bobtail é um gato relativamente grande, ele precisa de um pouco mais de comida do que sua variedade doméstica típica. Você deve alimentar seu gato com cerca de 30 gramas de alimento úmido todos os dias para cada quilo de gordura corporal.

Para o seu Bobtail Ameircan, isso implica alimentar entre 2 e 369 g de alimento úmido todos os dias. Como o valor dos nutrientes varia de acordo com o alimento que você compra, verifique o rótulo para verificar o tamanho das porções.

O nível de ação do seu gato também afetará suas necessidades calóricas. Os gatos internos não precisam ser alimentados tanto quanto os gatos externos, e os animais mais velhos precisam de menos calorias. Se não tiver certeza, pergunte ao seu veterinário sobre o peso ideal e as demandas calóricas de seus gatos.

  • Hora do jantar

O Bobtail prefere comer pequenos e frequentemente, como muitos gatos. Como nem sempre é possível estar em sua casa para servir pequenas refeições diárias ao seu gato, uma alternativa seria deixar algumas tigelas de comida pela casa para o gato mastigar durante o dia.

Se você escolher essa estratégia, é melhor colocar metade das vezes em comida de manhã e o restante no dia. Isso ajudará no controle da porção e certifique-se de que não haja tanta probabilidade de você alimentar excessivamente seu gato.

  • Guloseimas e mordidas

Pode ser tentador dar guloseimas ao seu gato Bobtail como forma de demonstrar afeto, mas isso pode fazer mais mal do que bem a longo prazo. Quando os gatos acumulam gordura em excesso, também aumentam o risco de desenvolver doenças que variam de doenças cardiovasculares a fígado.

Ajudar um gato a eliminar peso é difícil, então é muito mais fácil ajudá-lo a manter um peso saudável usando um plano de dieta bem balanceado e com controle de calorias.

Isso não quer dizer que você não deve alimentar seu gato com guloseimas. Guloseimas ocasionais com baixo teor de gordura, como uma colher de um pedaço de ovo cozido.

Manutenção

Juntamente com a alimentação adequada e mantendo-se atento aos requisitos de saúde, existem algumas coisas diferentes que você deve fazer para manter seu Bobtail saudável e feliz.

Uma dessas práticas é se vestir, que falamos muito bem com mais detalhes a seguir. Outra é ajudar seu gato a malhar.

Os coquetéis geralmente são um esforço energético e é muito importante permitir que eles queimem essa energia para manter os músculos saudáveis com um peso adequado.

Devido às muitas características semelhantes às de um cachorro, o Bobtails é muito mais fácil de trabalhar do que o seu gato comum. Para começar, os Bobtails gostam de fazer caminhadas. É uma ideia fantástica treinar seu gato a andar na coleira o mais antigo possível para ajudá-lo a se sentir confortável com a experiência para que possa aproveitá-la.

Para fazer isso, introduza-os na guia gradualmente, apenas leve-os em excursões curtas inicialmente e certifique-se de não puxar a guia com muita força. Usar um arnês em vez de uma coleira convencional pode ser um método fantástico para evitar colocar tensão indevida no pescoço do seu gato, caso seja necessário mantê-lo longe de um perigo.

Você pode até mesmo ajudar seu exercício Bobtail com jogos como buscar, perseguir uma bola ou procurar um brinquedo em uma corda. É possível deixar alguns brinquedos para gatos em casa quando você precisar sair para ajudar seu animal de estimação a treinar na sua ausência, e também pode querer comprar móveis para gatos que eles possam cultivar.

Você também precisa fornecer ao seu gato acesso a algum lugar onde ele possa encontrar seu instinto natural de manter as garras.

Juntamente com o exercício físico, os Bobtails também precisam de estimulação mental. Eles são uma raça inteligente e, sem nenhum estímulo, você pode se esforçar para escapar ou ser destrutivo em sua propriedade.

Felizmente, há muito que você pode fazer para manter seu Bobtail americano ocupado. Brinquedos de quebra-cabeça, como labirintos de comida e pedaços de guloseimas, podem ser abandonados em sua casa enquanto você estiver do lado de fora, para dar ao seu gato algo para representar.

Ao morar, dar ao seu Bobtail muito carinho, e também dar tempo para executá-los, irá mantê-los mentalmente estimulados e facilitar o vínculo.

Asseio

Como a maioria dos gatos, o Bobtail exige cuidados para manter o pelo, a pele e as unhas em ótimo estado.

  • Escova

O Bobtail americano inclui um revestimento não fosco, que só precisa de escovações ocasionais. Tente dar ao seu animal de estimação uma escovagem fantástica pelo menos uma vez por semana para ajudar no processo normal de eliminação combinado e estimular uma pelagem brilhante.

  • Aparar unhas

Garras muito longas podem influenciar a capacidade de andar do seu gato, portanto, é importante mantê-los aparados. Cerca de uma vez por mês, depois sente-se gato e corte a ponta de cada uma das garras, tomando cuidado para evitar o jejum. Parece um pequeno triângulo rosa, e também é a fonte de sangue das garras. Quando cortada, a corredeira coagulará e causará dor ao seu gato.

Se você está preocupado em cortar o jejum, empregar um esmeril de unhas é uma opção viável, especialmente se cuidar das unhas felinas simplesmente não for o seu forte, então você pode sempre solicitar um tosador para fazer este serviço para você.

  • Limpeza de ouvido

Como seus gatos são escuros e úmidos, eles criam um local atraente para o crescimento de germes. Felizmente, você pode se proteger contra infecções de ouvido limpando com frequência a cada dois meses.

Para fazer isso, use algumas gotas de um limpador de orelhas de gato em uma bola de algodão e passe levemente no interior da orelha de seu gato, eliminando qualquer resíduo. Certifique-se de evitar pressionar a bola de algodão no canal auditivo, pois isso pode danificar o ouvido.

Temperamento

Os gatos Bobtail americanos são afetuosos e inteligentes, formando laços estreitos com sua família humana. Devido à sua energia ilimitada e diversão em jogos interativos, o personagem American Bobtails é freqüentemente comparado ao de um cachorro.

Como cães, é possível antecipar que você Bobtail americano dê as boas-vindas aos visitantes em sua casa. Mesmo amando jogos e afeto de quase qualquer pessoa, o Bobtail cria laços leais e próximos com sua família humana.

Mesmo que esses gatos, como a maioria das linhagens nacionais, tenham uma corrida independente, eles gostam de abraçar seus donos após uma longa noite para acariciar e cochilar.

O Bobtail americano também é famoso por sua adaptabilidade, trabalhando não apenas com viagens, mas também com uma vasta gama de estilos de vida diferentes, desde uma casa familiar agitada até um conjunto descontraído de companheiros de casa.