As infecções de ouvido em felinos são muito comuns. Essas são condições que podem levar à inflamação em muitas estruturas do ouvido felino. Como os gatos confiam em seus ouvidos para sentir perda de audição, termorregulação e auto-expressão, uma doença pode ter um impacto negativo nessas funções. Embora as infecções de ouvido felinas possam ser tratadas com os antibióticos certos, prevenir doenças é uma solução mais barata para esses problemas de saúde. Para isso, é necessário reconhecer as prováveis causas das doenças do ouvido em gatos.

Infecção Ou Infecção?

Antes de começarmos a discutir a otite, é necessário obter uma compreensão completa do que é exatamente uma doença. A causa disso é que as pessoas sempre associam o sufixo -ite a doença. Por isso, quando as pessoas falam sobre otite, sempre se referem a uma doença do ouvido.

É triste dizer, mas o sufixo -itis não denota doença. O que indica é inflamação. Portanto, quando você refere otite, está se referindo a desconforto no ouvido. É como a gastrite (inflamação do estômago) ou sinusite (inflamação do útero).

Existem muitas causas potenciais para a inflamação, mas só pode haver uma razão para os germes das doenças. Para ser mais preciso, são germes contagiosos capazes de desencadear uma reação no sistema imunológico dos gatos. Entre as ramificações da ativação do sistema imunológico está a inflamação.

Em suma, um indivíduo pode encontrar uma inflamação, mas não ter uma doença. Mas, sempre que há uma doença, a inflamação obviamente está presente.

Um manual sobre otite felina

A otite felina se refere a um estado em que há inflamação nas orelhas ou no ouvido do gato. Às vezes, isso é resultado da existência de um organismo infeccioso ou outras causas.

Se a inflamação ocorre no ouvido externo, todos nós prevemos otite externa. Quando as estruturas do ouvido seriam aquelas influenciadas, então é chamada de otite média. Se a inflamação envolver apenas as construções da orelha, é chamada de otite interna.

A localização dessa inflamação é fundamental para a determinação do tratamento adequado. A otite externa é muito mais simples de tratar do que a otite média ou otite interna. A infecção das estruturas do ouvido interno pode resultar em surdez porque este é o componente do ouvido felino que transmite sinais de vibração em sinais elétricos. Esses sinais elétricos são enviados ao cérebro para interpretação. Conseqüentemente, se houver inflamação no ouvido interno, é provável que os sinais acústicos não cheguem à mente do gato.

A otite pode ocorrer em apenas 1 orelha. Além disso, pode crescer em ambas as orelhas. A condição pode durar de alguns dias (grave) a muitos meses (crônica). Os gatinhos e gatos parecem ter uma tendência aumentada para desconforto no ouvido. Além disso, existem certas cepas de felinos que são mais propensas a otites.

O Que Pode Levar A Infecções De Ouvido Em Gatos?

O que pode levar a infeces de ouvido em gatos

Conforme mencionado, há apenas um motivo para infecções de ouvido em gatos: germes infecciosos. Um dos gatos, os agressores mais comuns são leveduras e bactérias.

  • Malassezia

Entre as espécies mais típicas de Malassezia que podem infectar o ouvido felino está a Malassezia pachydermatis. Este é um parasita que reside na epiderme e nas orelhas de todos os gatos. Eles são residentes comuns de sua pele felina. No entanto, em casos de supercrescimento anormal, esta levedura pode criar inflamação. A inflamação resultante causa descamação e ressecamento da pele das orelhas. Às vezes, também pode haver secreção de odor fétido. Na otite crônica por Malassezia, as manchas na pele das orelhas podem se tornar mais escuras e espessas.

Existem diferentes espécies de Malassezia que podem criar doenças de ouvido em gatos. Estes incluem M. sympodialis, M. obtusa e M. furfur; no entanto, eles não são muito comuns.

  • Estafilococos

As causas bacterianas de infecções de ouvido em gatos não são tão frequentes, mas acontecem. O tipo mais comum de bactéria que pode causar doenças de ouvido em felinos é o Staphylococcus. Como os parasitas da Malassezia, essas bactérias vivem na pele de gatos nos quais não causam infecções. Infelizmente, sempre que há uma ruptura na pele, os germes podem entrar e resultar em uma infecção.

O principal problema com as infecções de ouvido estafilocócicas é que elas podem criar lesões cheias de pus. Eles podem ser um ímã natural para que diferentes germes invadam as células. Se isso acontecer, o gato não precisará apenas competir com as espécies estafilocócicas, mas também com outros tipos de bactérias.

Existem vários outros agentes infecciosos que podem causar doenças nas orelhas dos gatos. Mas, ambos são definitivamente os mais usuais.

O Que Pode Predispor Os Gatos A Infecções De Ouvido?

É evidente que os germes que causam doenças nas orelhas dos felinos fazem parte de sua fauna comum de pele. Isso significa que eles estão sempre presentes na pele dos gatos. Mas, algo faz com que eles se tornem patogênicos. Todos esses são os fatores de risco que podem predispor um gato a infecções de ouvido felinas.

  • Ácaros da orelha

Todos esses ectoparasitas estão entre as causas mais frequentes de desconforto no ouvido (não de doenças!) Em gatos. Otodectes cynotis é a espécie de ácaro que pode causar inflamação e irritação da orelha. Não se enterra na pele. Por outro lado, as células do sistema imunológico na superfície da pele desses gatos compreendem a existência do ácaro da orelha como algo estrangeiro. Conseqüentemente, ele desencadeia uma resposta inflamatória. Isso contribui para uma coceira intensa e o gato pode coçar. Coçar pode eliminar as camadas superficiais da pele e permitir a entrada de fungos ou bactérias. Isso pode resultar em infecção. Se a inflamação persistir, pode haver formação de crostas ou feridas abertas. É através dessas aberturas na pele que o fermento e as bactérias podem entrar e causar doenças.

  • Alergias

Alergias alimentares ou sazonais acontecem devido à hipersensibilidade do gato a determinadas substâncias da partícula agressora. Com a ativação do sistema imunológico, ocorre a descarga de produtos químicos pró-inflamatórios que podem causar coceira na pele. Uma vez que o gato tenta coçar a pele para aliviar a coceira, ele pode criar pequenos ferimentos ou cortes. Novamente, eles funcionam como uma abertura para a entrada de leveduras ou bactérias.

  • Trauma ou Acidentes

As feridas abertas criam um ponto de entrada para germes infecciosos para causar estragos. É necessária uma pequena lacuna na pele para a entrada das bactérias. Assim que estiverem na epiderme, podem iniciar uma resposta inflamatória que pode incluir vermelhidão e também a formação de pus.

  • Acúmulo excessivo de cera

A produção excedente de cerume ou cera de ouvido não causa doenças nos ouvidos dos felinos. Porém, pode oferecer um ambiente favorável para o crescimento de leveduras e bactérias. A cera do ouvido inclui resíduos orgânicos que podem funcionar como alimento para as bactérias residentes nos gatos. Se o gato estiver doente, seu sistema imunológico não será capaz de manter esses germes sob controle. Eles vão se proliferar e causar uma infecção.

  • Estados de imunodeficiência

Gatos que têm países imunocomprometidos também são vulneráveis a doenças fúngicas do ouvido. Como mencionado anteriormente, as espécies de Malassezia residem nas orelhas dos gatos. Eles não resultam em uma infecção, pois o sistema imunológico do gato pode conter o crescimento excessivo dos microorganismos. Lamentavelmente, se o sistema imunológico felino não estiver funcionando bem, as espécies parasitas podem se multiplicar e crescer excessivamente. Em outras palavras, a velocidade de multiplicação bacteriana é maior do que o sistema imunológico dos gatos pode controlar. Isso pode resultar em doenças fúngicas do ouvido em gatos.

  • Objetos Estranhos

A introdução de objetos estranhos no canal auditivo pode resultar em arranhões ou escoriações menores. Por exemplo, toldos de grama e rabos de raposa podem arranhar a pele do canal auditivo e permitir a entrada de germes. Sujeira, areia e outras substâncias que podem entrar nos ouvidos possuem a capacidade de criar aberturas modestas para os germes entrarem.

É fundamental entender que essas variáveis predisponentes também podem funcionar como causas de desconforto auditivo.

Manifestações De Infecções De Ouvido Em Gatos

As manifestações de infecções óticas felinas estão constantemente ligadas a alterações inflamatórias no ouvido. Portanto, você pode esperar o próximo.

  • Aumento de arranhões ou arranhões nas orelhas
  • Vibração intensa dos gatos se esfregando contra a mobília ou o chão
  • Secreção no ouvido que pode ter um odor desagradável
  • Perda de cabelo irregular na orelha externa, causando arranhões ou goma de mascar para aliviar a coceira
  • Vermelhidão da orelha e também do canal auditivo
  • Protetor de orelha inchado
  • Protetor de orelha bem grosso, em casos de otite crônica

Diagnosticando Doenças Do Ouvido Felino

Os veterinários usarão vários processos de diagnóstico e laboratoriais para ajudar a determinar a existência de uma doença no gato. A microscopia pode ajudar a determinar se o microorganismo infectante é parasita ou bactéria. Isso pode ajudar a definir o tratamento certo.

Junto com a microscopia, o veterinário também pode ditar testes de cultura e sensibilidade. Isso pode ajudar a identificar o melhor agente antimicrobiano que pode ser usado contra o organismo infeccioso.

Tratamento De Infecções óticas Felinas

O manejo de doenças óticas felinas envolve uma estratégia dupla. A primeira envolve a erradicação do microrganismo que está causando a doença. Quando são germes, o gato recebe um antibiótico adequado. Se a doença ocorrer no ouvido médio ou no ouvido, os antibióticos sistêmicos são essenciais. Quando se trata apenas de otite externa, um antibiótico antibiótico é suficiente.

Ao longo do curso deste tratamento com antibióticos, é muito importante seguir as orientações de dosagem de seu veterinário. Normalmente, o tratamento com antibióticos pode durar de 10 a 14 dias. É fundamental terminar o tratamento mesmo quando o gato já apresenta sinais de desenvolvimento.

Em termos de infecções bacterianas, o tratamento geralmente dura algumas semanas a vários meses. As espécies de fungos são extremamente resistentes. Eles também precisam de antibióticos mais fortes. Como o tratamento é de longo prazo, existe a possibilidade de alguém perder uma dose. Seria inteligente manter um calendário para monitorar o manejo desse medicamento antifúngico.

O próximo foco de tratamento é que a gestão desses indicadores. Quando há dor, um analgésico pode ajudar. O inchaço, junto com outros sinais de inflamação, são mais bem tratados com medicamentos anti-inflamatórios. Também é muito importante lavar o canal auditivo. Isso pode ajudar a eliminar quaisquer detritos que possam alimentar ainda mais o crescimento de germes.

Prevenção De Infecções De Ouvido Em Gatos

Gerenciar doenças de ouvido em felinos pode ser extremamente caro. Os antibióticos, antiinflamatórios, junto com outros medicamentos usados no tratamento desta doença podem operar na casa das centenas de dólares. Isso não inclui despesas veterinárias, além de testes de laboratório. É por isso que é melhor observar várias etapas preventivas para evitar todos esses aborrecimentos.

Limpeza De Ouvido Regular

A limpeza normal das orelhas desses gatos permanece entre as melhores medidas preventivas contra infecções de ouvido.

Controle De Pragas

Os ácaros da orelha são alguns dos fatores de risco mais frequentes de doenças da orelha felinas. É preciso perceber que as doenças do ouvido são extremamente simples de manobrar entre os gatos. Uma abordagem para controlar isso é restringir o interior do seu gato. Gatos que vivem ao ar livre têm uma chance maior de pegar ácaros da orelha. Se você não pode evitar deixar seu animal de estimação sair, você deve empregar preventivos contra pulgas que também podem funcionar contra pulgas. Você tem a opção de trabalhar com uma coleira anti-pulgas ou até mesmo com um tratamento tópico in loco. Eles podem matar qualquer ácaro que já possa estar em seu gato, ao mesmo tempo que afastam outros. No caso de precisar trazer um novo gato para casa, certifique-se primeiro de que não tem pulgas.

As doenças do ouvido do gato são quase sempre causadas por germes infecciosos como bactérias e leveduras. Mas, existem variáveis que podem colocar um gato em um risco maior dessas infecções. O conhecimento desses fatores permitirá que você tome medidas preventivas mais concretas.