Arfar é tão comum quanto o comportamento de um filhote. Uma vez que nossos novos amigos quase não têm glândulas sudoríparas, todos eles dependem de colocar a língua para se refrescar. Na maioria das vezes, ofegar é absolutamente comum e nada com que se preocupar.

Mas, às vezes, os cães exibem o que é conhecido como respiração ofegante estranha. Se seu cão estiver ofegando de forma anormal, pode ser uma indicação de que algo está errado. É por isso que elaboramos este pequeno guia. A seguir, conduzimos o procedimento para saber a diferença entre a respiração ofegante normal e anormal, por que ela ocorre e como você precisa reagir.

Por Que Os Cães Normalmente Ofegam?

Com seus pêlos grossos, os cães acham mais difícil manter a calma em comparação com os humanos. Sem glândulas sudoríparas por todo o corpo, pode ser um desafio para nossos cachorros liberar o calor excessivo. Na realidade, os cães têm apenas glândulas sudoríparas no nariz e nas almofadas das patas. Felizmente, o desenvolvimento produziu uma solução inovadora de panting.

Quando os cães colocam a língua e respiram pesadamente, a saliva evapora, resfriando a língua e os nódulos linfáticos durante o procedimento. Se esse sangue moderno circular pelo corpo do cão, a temperatura geral será reduzida.

Como é A Respiração Ofegante Tradicional?

A respiração ofegante normal acontece quando seu cão começa a superaquecer, uma reação saudável ao ambiente. Você pode colocar respiração ofegante normal ao longo das seguintes dicas:

  • É uma resposta adequada à estimulação

A respiração ofegante normal deve ser uma resposta ao calor, os cães devem apenas ofegar quando já se resolveram ou quando está quente ao ar livre.

  • A respiração do seu cachorro não funciona

Quando um cão ofega normalmente, ele pode engolir até 400 respirações a cada momento! Para um cão saudável, nenhum deles deve soar rouco ou trabalhoso.

  • Não é acompanhado por sintomas incomuns

Se o seu cão for vacinado normalmente, sua respiração ofegante não deve ser acompanhada por indícios de que não está bem.

  • Eles não ofegam por muito tempo

Se seu cão continuar a ofegar pesadamente assim que esfriar completamente, isso pode ser uma indicação de que algo não está perfeito.

O Que Exatamente é A Aparência De Respiração Anormal?

Como nossos cães ofegam o tempo todo, ofegantes estranhos podem ser difíceis de detectar. Fique atento a estas dicas:

  • A respiração ofegante é excessiva quando comparada com o padrão médio do seu cão
  • As calças do seu cão quando não estão se exercitando e também não parecem estar excessivamente quentes
  • A respiração ofegante parece rouca, sibilante, mais alta do que o normal ou anormal
  • A respiração do seu cachorro parece difícil
  • Seu cachorro gasta mais do que o normal ofegando
  • Arfar parece ser um grande esforço para o cão

O Que Pode Causar Respiração Ofegante Excessiva?

Ofegar excessivamente pesado pode ser um sinal de alerta precoce para alguns problemas de saúde canina. Abaixo, discutimos os problemas mais frequentes, juntamente com outros sintomas comuns a serem observados.

  • Insolação

Assim como as pessoas, os cães são mamíferos. Isso geralmente significa que eles precisarão manter uma temperatura corporal consistente para que tudo funcione como deveria. Por causa disso, o superaquecimento prolongado pode ser muito perigoso. Cada vez que a temperatura corporal de um cão atinge 43 C mais alta, ele sofre insolação. Junto com a respiração ofegante excessiva, a insolação desencadeia sintomas como olhos brilhantes, língua e gengivas em vermelho vivo e batimento cardíaco acelerado. A insolação pode ser mortal e deve ser tratada imediatamente.

  • Problemas da raça braquicefálica

Raças de cães braquicefálicos, como pugs, buldogues e pequinês, são mais propensas a dificuldades respiratórias, incluindo o excesso de respiração ofegante. Isso ocorre apenas porque seus rostos achatados comprimem as vias aéreas superiores. Ofegar adequadamente pode ser difícil para todas essas cepas, portanto, elas também estão mais sujeitas a superaquecimento.

  • Dor geral

Os cães podem ser incrivelmente estóicos, e muitos proprietários lutam para informar quando seu animal está com dor até reclamar ou mancar. A respiração ofegante pode realmente ser um sinal de alerta de que eles não estão bem ou se machucaram.

  • Doenças cardíacas e pulmonares

Ofegar anormal também pode ser uma indicação de que seu cão está sofrendo de doença cardiovascular. Cães com problemas cardíacos também apresentam relutância em usar, tosse e respiração mais rápida do que o normal. Em casos agudos, eles podem desmaiar ou produzir um estômago inchado. As doenças cardíacas ocorrem quando o coração não consegue bombear o sangue por todo o corpo com a eficiência que deveria. Isso induz os tecidos do corpo a ficarem privados de oxigênio, o que pode causar uma série de problemas secundários com base nas regiões afetadas.

  • Doença de Cushings

Também chamada de hiperadrenocorticismo, a doença de Cushings ocorre quando o corpo do seu cão libera uma grande quantidade do hormônio do estresse, o cortisol. A respiração ofegante excessiva é apenas um dos primeiros sinais da doença de Cushings, juntamente com sede incomum, aumento da micção e redução de peso. Em certos casos da doença de Cushings, o cão também pode ficar mais fino e com a pele manchada.

  • Anemia

Exatamente como as pessoas, os cães podem desenvolver anemia. A doença ocorre quando o corpo não tem ferro suficiente, o que é fundamental para o procedimento de transporte de oxigênio pelo corpo. Junto com a respiração ofegante excessiva, os sintomas da anemia canina incluem letargia, imunidade ao malhar, fraqueza e gengivas leves.

  • Paralisia Laríngea

Este problema é mais prevalente em cães mais velhos. Ocorre sempre que os músculos que abrem e fecham a laringe do seu cão não funcionam como deveriam. A doença torna cada vez mais difícil para os cães respirar normalmente, por isso freqüentemente causa respiração ofegante, mesmo que o cão não esteja superaquecendo ou se exercitando. Os cães que sofrem de paralisia laríngea também podem respirar ruidosamente, tossir ou eliminar o interesse.

  • Ansiedade, nervosismo ou ansiedade

A respiração ofegante não é apenas causada por doenças físicas que o estado psicológico do seu cão também pode ativar este sintoma específico. Isso porque, quando um cão está preocupado ou com medo, uma reação natural de luta ou fuga é acionada. Ofegar pesado permite que atraiam mais oxigênio para o próprio corpo, como preparação para enfrentar ou acelerar a ameaça. Outras indicações de estresse incluem ritmo, choramingar, lamber os lábios, tremer e se esconder. Alguns cães também podem urinar quando estão excepcionalmente estressados. Embora seja normal um cão sofrer alguma ansiedade, o estresse constante pode causar problemas físicos e mentais.

Coisas A Fazer Se O Seu Cão Calça Excessivamente

Em muitas circunstâncias, ofegar pesado é comum. No entanto, como descobrimos, flashes intensos excessivos podem ser um sinal de alerta precoce para uma infinidade de doenças.

O tratamento varia de acordo com a causa principal da situação. Abaixo, conduzimos as opções de tratamento para as causas mais frequentes de ondas de calor:

  • Exaustão por calor ou insolação

Se seu cão está sofrendo de exaustão ou insolação, uma ação urgente é necessária. Se você acha que seu cachorro está superaquecido, leve-o para um local seguro na sombra ou em uma sala com ar-condicionado. Dê-lhes água pouco e frequentemente, para ajudá-los a esfriarem. Caso você tenha um termômetro, meça a temperatura com frequência. O objetivo é resfriar a temperatura interna do corpo para 40 C. Você pode até mesmo ajudar seu animal de estimação a esfriar colocando uma toalha úmida e fria embaixo dele, borrifando-o com água fria (não fria) e virando um lustre para ele. Fique de olho no seu animal por mais 24 horas, levando-o ao veterinário imediatamente se algo não estiver certo. Vômito e náusea são indicações de que você precisa consultar um veterinário.

  • Anemia

A anemia pode ser provocada por sprays contra pulgas, portanto, faça um teste abrangente ao seu cão. Se as pulgas forem o agressor, inicie um plano de tratamento para pulgas imediatamente, deixe seu cão desmaiar e certifique-se de que ele esteja bem hidratado. Se as pulgas não forem o motivo, você deve levar seu cão ao veterinário. A anemia também pode ser causada por distúrbios resistentes, sangramento gastrointestinal ou doenças. Seu veterinário terá a capacidade de informá-lo melhor.

  • Ansiedade ou ansiedade

Tratar doenças emocionais em cães pode ser complicado, mas certamente não é impossível, e com a ajuda ideal para seus cães, o estresse pode ser enormemente aumentado. Se o estresse está se tornando um problema para o cão, é melhor procurar um veterinário. Eles podem recomendar medicamentos, mudanças no estilo de vida ou mesmo ambos. Para estresse moderado ou intermitente, você pode experimentar alguns passos simples em sua casa. Os cães tendem a se sentir muito melhor se fizerem exercícios regularmente e seguirem uma rotina consistente, por exemplo.

  • Doença de Cushings

O hiperadrenocorticismo, ou distúrbio de Cushins, é bastante comum em cães de meia-idade e idosos. Se você acha que seu animal de estimação está passando pela doença, o melhor plano de ação seria consultar o veterinário imediatamente. Eles serão capazes de determinar o motivo e também elaborar o melhor plano de tratamento. Muitos casos da doença de Cushings são desencadeados por um tumor na glândula adrenal, por exemplo. A remoção do tumor por meio de cirurgia pode ser recomendada, no entanto, como o processo pode ser inseguro, o veterinário está mais inclinado a pedir medicação.

Não importa o motivo da respiração ofegante de seus cães, você deve sempre procurar atendimento veterinário se houver alteração em seu comportamento normal. O seu veterinário poderá ajudá-lo a determinar a origem do excesso de respiração ofegante do seu cão e indicar um tratamento adequado.