As pessoas hoje entendem que os gatos têm nove vidas. Isso fornece a esses animais de estimação uma vida útil extra longa, que eles podem usar para pesquisar seu mundo e divertir-se na vida real. Mesmo que um gatinho esterilizado ou castrado que permanece dentro possa viver até 16 décadas, eles poderiam viver muito mais. Por exemplo, Crme Puff detém o Recorde Mundial do Guinness por ser o primeiro gato em 38 décadas e 3 vezes. Este gato nacional veio ao mundo por volta de 3 de agosto de 1967 e viveu antes de 6 de agosto de 2005. Caso o Crme Puff consiga tal façanha, não é impossível que outros gatos cheguem até a próxima década de existência. Então, como esses animais de estimação sobrevivem?

Quanto Tempo Viveriam Os Gatos?

Com uma dieta adequada e cuidados adequados com os gatos, os gatinhos de interior podem durar até 15 décadas. Este é o típico, naturalmente. Alguns casos únicos podem chegar aos 20 anos; outros também podem chegar a 30 décadas. Enquanto Crme Puff mantém o álbum, o gato sobrevivente mais velho é uma Scooter chamada Siames. Este gato é de Mansfield, Texas, e foi criado em 26 de maio de 1986.

Por outro lado, os gatos que vivem ao ar livre podem viver mais. Em média, eles podem viver até 8 ou 7 décadas. Isso é mais da metade da expectativa de vida típica dos gatos domésticos nos últimos anos. E é simples entender por quê. Os gatos que vivem ao ar livre não são apenas vulneráveis aos componentes; eles também correm o risco de ataques ou agressão de outros animais, como cães, gatos vadios e animais enormes. Os gatos que vivem ao ar livre também não têm acesso a uma boa nutrição, contando, na maioria das vezes, com restos de comida da lata de lixo. Seus arredores os expõem a muitos perigos ou riscos.

Fatores Que Podem Influenciar A Longevidade De Um Gato

Nenhum gato, como qualquer outro organismo, é igual. Eles são da mesma raça ou vêm exatamente da mesma família, mas sua expectativa de vida pode, no entanto, discordar. A principal razão é bastante clara. Existem elementos específicos que podem ter um efeito diferente em gatos diferentes. A maneira como o gato reage a essas variáveis pode ajudar a explicar a diferença entre um gatinho duradouro e um felino.

  • Nutrição

Obesidade e desnutrição são alguns dos problemas fundamentais que afetam os gatinhos modernos. Alimentar com muitas calorias sem aumentar as ações corporais dos gatos pode resultar em obesidade felina. O animal de estimação corre o risco de desenvolver outras condições de saúde que podem encurtar sua vida útil. O mesmo acontece com a desnutrição. Nutrientes como vitaminas e minerais são essenciais para o uso ideal dos órgãos. Em circunstâncias de deficiência de nutrientes, esses órgãos podem criar disfunções. Deficiências ou excessos de nutrientes podem contribuir para uma vida mais curta.

  • Acesso ao Great Care

O check-up veterinário de rotina pode ajudar a melhorar a identificação de possíveis problemas de saúde. Os veterinários ajudarão a resolver um problema antes que se torne uma doença de tamanho normal. Vacinações e imunizações são importantes para evitar doenças específicas em gatos. Os testes de rastreamento também podem ajudar a fornecer uma imagem mais precisa da condição de saúde do gato.

Os cuidados veterinários modernos usam recomendações de prática clínica baseadas em evidências no manejo de vários estados de saúde de animais de estimação. Isso significa que os veterinários agora têm uma compreensão muito maior das várias doenças que afetam os gatos. Eles estão atualmente em uma posição muito melhor para tratar essas doenças de uma maneira melhor. Além disso, existem novos tratamentos e remédios, além de medicamentos aprimorados. Tudo isso ajudará a aumentar a expectativa de vida dos gatos.

  • Seguro para animais de estimação

O seguro para animais de estimação ajuda a garantir o acesso do gato a melhores cuidados de saúde e soluções. Isso implica que os pais dos animais de estimação não precisam mais pensar que seus gatos não recebem os melhores cuidados possíveis. Alguns serviços veterinários são extremamente caros e podem representar uma vantagem financeira para a família. Tendo um seguro para animais de estimação, seu gato de estimação poderia aproveitar as duas avaliações diagnósticas e procedimentos de tratamento que, de outra forma, eles não estariam em posição de aproveitar por causa do preço.

  • Aumentando a Conscientização das Famílias de Animais de Estimação

Um número crescente de famílias com animais de estimação está percebendo o valor de considerá-lo como um membro de sua família. Os gatos de estimação finalmente têm uma parte do orçamento familiar, geralmente envolvendo alimentos de alta qualidade, cuidados veterinários e muitos outros. Isso pode ajudar a melhorar a expectativa de vida dos gatos.

  • Vida interna vs. externa

Geralmente, os gatos internos vivem até mais dois gatos do que os gatos externos. Já observamos que gatos externos são vulneráveis a ameaças únicas. Isso pode ter um efeito negativo em sua vida útil. Os gatos internos, por outro lado, têm toda a proteção e cuidado que desejam. Portanto, eles vivem muito mais.

Algumas Raças Vivem Mais

Existem algumas raças de gatos que podem viver muito mais do que muitas outras. Aqui está uma lista das linhagens de gatos com vida útil máxima.

  • Birmanês 35 anos registrados; embora a média seja de aproximadamente 18 a 20 anos
  • Sphynx 34 anos registrados; 15 a 20 anos em média
  • Ragdoll 15 a 25 anos
  • Savannah 17 a 20 anos
  • Siamês de 16 a 20 anos
  • Bombay, 21 anos registrados; 15 a 20 em média
  • Mau egípcio 15 a 20 anos
  • Persa de 15 a 20 anos
  • Nebelung 15 a 18 anos
  • Manx 15 a 16 anos

É bastante intrigante notar que essas linhagens felinas compartilham algo em comum: elas são bastante afetuosas e sociais. Isso levanta a questão de se as relações que eles formam com suas famílias humanas desempenham um elemento essencial em sua própria longevidade. As relações sociais podem ajudar a melhorar a sensação de bem-estar de um gato, deixando-o mais feliz e menos ansioso. Usando uma diminuição nos efeitos da pressão sobre o gato, é possível que ele alcance uma boa década de existência.

Confira As Etapas Da Vida Dos Felinos

Como a maioria dos organismos vivos, os gatos passam por diferentes fases da vida. Cada fase tem seu próprio conjunto de recursos que podem ajudar a especificar a maturidade de seu gatinho.

  • Gatinho

Todos estes são gatos jovens com idades entre as 6 semanas. Se você correlacionar isso com a era humana, no entanto, os primeiros 6 meses de estilo de vida de um gatinho são iguais às primeiras 10 décadas de um humano. Por esse motivo, você pode antecipar um rápido crescimento e crescimento nesta fase. O gatinho estará pesquisando seu ambiente e pode possuir um caráter indisciplinado. Além disso, este é o melhor momento para castrar o gatinho.

  • Gato júnior

Este é realmente um gato que está entre o 6º mês e o 2º ano de existência. Isso é igual a uma anatomia humana de 10 a 24 anos. Portanto, as primeiras duas décadas de vida de um gato são quase equivalentes aos primeiros dois anos de vida de um homem.

  • Gato principal

Como o próprio nome sugere, este é um ponto em que o gato está no auge. É igual à idade humana de 28 a 40 décadas ou à fase adulta jovem. Dura do momento em que o gato entra no seu terceiro ano até o sexto ano de existência. Mesmo que o gato já seja mais velho, os pais dos animais de estimação ainda devem permanecer cientes dos programas de vacinação dos animais de estimação.

  • Gato maduro

Gatos entre o sétimo e o décimo ano de existência já são considerados gatos idosos. É exatamente igual às pessoas de 44 a 56 anos de idade. É como um gato de meia-idade.

  • Gato maduro

Comparável a um homem entre 60 e 72 anos, um gato maduro é aquele que tem entre 11 e 14 décadas. Eles precisam de mais estímulo psicológico se você quiser que continuem saudáveis e felizes. Os quebra-cabeças de comida são sempre uma ótima maneira de manter os gatinhos mais velhos entretidos. Isso também pode ajudar a resolver um problema crescente de obesidade felina, que pode ser secundário a uma diminuição na ação física.

  • Gato Geriátrico

Constantemente equiparamos geriátrico com velhice e idosos. No entanto, no mundo dos gatos, um gato adulto e um geriátrico são apenas duas fases distintas na vida de um gato. Gatinhos geriátricos são aqueles que têm pelo menos 15 anos de idade. Em termos humanos, isso pode ter cerca de 76 anos de idade. Um dia normal incluirá cochilos o dia todo. Os pais dos animais de estimação devem ficar de olho em qualquer alteração no comportamento do gato, como aumento das vocalizações e maior frequência de uso do banheiro. Os problemas de mobilidade agora podiam ser evidentes. Se você observar algo fora do normal, uma visita ao veterinário é essencial.

Os gatos podem viver mais vidas do que os cães. Com manutenção adequada e nutrição ideal, além de um ambiente seguro, os gatos domésticos podem atingir uma idade madura de 15 a 20 décadas.