Imagine o espetáculo. Seu gato é picado pela janela, olhando calmamente para o seu jardim ou deitado ao sol, curtindo o calor. De repente, algo chama sua atenção, um pássaro desavisado descansando em botão, talvez então eles fiquem instantaneamente alertas. De quatro, seu gato olha pela janela enquanto sua cauda derrete gradualmente de um lado para o outro. Isso parece um comportamento normal e instintivo, até que seu gato comece a fazer sons engraçados, uma espécie de chilrear e tagarelar. Você provavelmente já viu esse cenário muitas vezes e talvez até se pergunte se é comum ou se o seu gato vê quando vê pássaros maus. Se você não percebeu isso antes, uma rápida caçada no YouTube trará muitos vídeos mostrando gatos tagarelando e hipnotizados por suas próprias vítimas!

Se você já se interessou por isso, espero que este guia explique todas as perguntas que você possa ter!

O Que é Esse Barulho Vibrante?

Para começar, você deve estar se perguntando exatamente o que é realmente o ruído e como o seu gato o gera. Os gatos criam esse ruído vibrando suas fileiras de dentes superior e inferior, um pouco como nós, humanos, fazemos quando estamos com frio. Mesmo que os gatos muitas vezes se movam suavemente exatamente no mesmo momento, no tipo de miau breve e staccato. Esses ruídos humorísticos são perfeitamente comuns; na verdade, a maioria dos gatos os criará ao perseguir uma possível vítima. Embora este seja um comportamento normal, comum em gatos selvagens e domesticados, não houve muitas pesquisas em cientistas e não há algumas teorias conclusivas sobre por que isso acontece. Em vez disso, eles teorizaram algumas razões prováveis que iriam aprender!

Teoria # 1: Imitação Instintiva

O conceito mais popular sobre a tagarelice do gato é a reação instintiva à detecção e à espreita de uma presa. Os cientistas acreditam que, ao imitar o canto ou o chilrear dos pássaros, os gatos podem ter a habilidade de desenhar pássaros nas proximidades. Quando o pássaro abaixa a guarda e tática a liderança do gato, o gato está perto o suficiente para atacar e pegar sua presa.

Isso significa que tagarelar pode realmente ser uma ilustração de seu gato tentando falar a linguagem dos pássaros! Quem sabia?!

Teoria 2: Frustração

Embora esse conceito não tenha muitas provas científicas, parece fazer muito sentido. Se o seu gato está tentando controlar sua presa, mas não tem como se aproximar o suficiente para atacar, ele pode estar apenas projetando sua frustração através do barulho. Este conceito também pode ser usado para gatos loucos que estão muito longe de suas presas para atacar, mas ainda podem vê-los. Portanto, seja um gato doméstico domesticado ou um gato selvagem em seu próprio habitat natural, esses felinos frustrados podem estar apenas extravasando sua frustração, já que não conseguem alcançar suas presas.

Lamentavelmente, não há muito que você possa fazer no caso de o seu gato estar frequentemente nesta situação, além de mantê-los desviados para se proteger contra a frustração crescente. Brincar com seu gato é, desnecessário dizer, a melhor opção. Usar um brinquedo que eles possam perseguir e pegar pode ser uma maneira fantástica de liberar a tensão. Da mesma forma, se eles simplesmente querem cravar os dentes em algo saboroso, algumas guloseimas na hora certa podem ser uma excelente opção. Portanto, da próxima vez que seu gato parecer estar perseguindo algo que não pegou e você achar que ele pode estar ficando frustrado, tente mantê-lo ocupado com alguns brinquedos ou guloseimas até que ele o negligencie.

Teoria # 3: Adrenalina

Outra teoria provável para o gato criar esse ruído estranho seria a descarga de adrenalina que eles podem encontrar ao perseguir suas presas. Uma vez que a adrenalina começa a sair do corpo do seu gato, isso pode fazer com que os dentes batam descontroladamente. Isso ocorre apenas porque a tagarelice é considerada como uma ferroada mortal, também chamada de ferroada fatal. Isso acontece quando os gatos pegam suas presas e mordem sua garganta, mudando rapidamente a mandíbula para dar um fim sombrio, mas rápido, à busca. Pode parecer triste e terrível, mas esse comportamento é instintivo em todos os gatos, selvagens ou domesticados, e ocorre naturalmente. Afinal, os gatos são predadores naturais na natureza e esse comportamento está embutido, mesmo em gatos domésticos pequenos e fofos!

Esse também pode ser um método pelo qual seu gatinho revela entusiasmo incontível quando coloca um pássaro por perto. Palavrões, gorjeios e outras vocalizações engraçadas podem ser maneiras de o gato permitir que você entenda que um amigo de penas está no quintal, já que ele pode ficar superexcitado ao ver novos rostos! Quando os gatos passam por essa disposição excitável, eles normalmente ficam ansiosos para se apresentar e se divertir com seu dono. Portanto, considere brincar com alguns brinquedos que envolvam perseguição ou captura da próxima vez que você os ouvir, provavelmente receberá uma reação entusiasmada!

Quer seja um método inteligente de atrair a presa perto o suficiente para atacar, um meio de expressar a frustração por não pegar a presa, ou talvez até mesmo o aumento da adrenalina antes do início da busca, tagarelar é um comportamento que ocorre naturalmente em muitos gatos. Apesar da escassez de pesquisas realizadas com esse comportamento específico, os cientistas e especialistas em gatos consideram que essa dependência engraçada pode ser causada por qualquer um desses motivos.

Mesmo que os sons pareçam estranhos e divertidos em nossos ouvidos, eles são absolutamente normais, então não se preocupe se seu gato sentar perto da janela, tagarelando. Simplesmente mantenha alguns brinquedos à mão e você terá certeza de mantê-los divertidos! Neste momento você sabe o que pode estar acontecendo dentro da sua mente de gatinhos quando eles começam a tagarelar e fazer ruídos engraçados de repente!