Os cães querem vitaminas como nós, pais de animais de estimação. A vitamina E desempenha um papel vital na manutenção de cães felizes e saudáveis. É considerado um nutriente igualmente importante para os cães devido à alta concentração de antioxidantes. Esta vitamina vital fornece uma série de benefícios para o bem-estar de seus próprios filhotes; consequentemente, os pais dos animais de estimação precisam torná-lo parte da dieta dos cães.

No entanto, antes de incorporar suplementos de vitamina E à dieta de seus filhotes, primeiro você precisa entrar em contato com seu veterinário. A vitamina E tem vantagens potenciais para o cão, mas, como qualquer coisa, o excesso de vitamina E pode ser prejudicial à saúde e ao bem-estar do cão.

Continue lendo para descobrir mais sobre a suplementação de vitamina E para cães e suas muitas aplicações e vantagens.

Um Breve Resumo Da Vitamina E

A vitamina E é um suplemento nutricional diurético que desempenha um papel importante em manter o seu cão saudável. É um nutriente vital para o querido companheiro de quatro patas, pois auxilia na criação de músculos poderosos, um sistema circulatório totalmente funcional e melhora a operação do sistema imunológico.

Como uma fonte rica em antioxidantes, a vitamina E protege as células dos danos causados pelo estresse oxidativo. A vitamina E elimina os radicais livres que aumentam a produção devido ao envelhecimento.

Em termos técnicos, a vitamina E ocorre naturalmente em vários tipos. Em relação a um conjunto de produtos químicos chamados tocoferóis e tocotrienóis. Os dois compostos populares da vitamina E são o gama-tocoferol, comumente encontrado no azeite de oliva e na soja, e o alfa-tocoferol, inerente aos óleos cítricos e de oliva.

A vitamina E também protege os ácidos graxos poliinsaturados, a vitamina A e os aminoácidos contendo enxofre na oxidação prejudicial.

Os Cães Podem Ter Vitamina E Em Sua Dieta?

Os radicais livres são moléculas que compreendem elétrons livres e oxigênio que podem perturbar e prejudicar a integridade das células. Um aumento nos radicais livres pode levar a sérios danos à membrana celular, proteínas, DNA e outras partes importantes dos sistemas orgânicos dos cães. Os radicais livres são produzidos naturalmente pelo processo metabólico que ocorre dentro do corpo. No entanto, um aumento rápido de radicais livres devido à exposição a toxinas, doenças e envelhecimento pode levar a efeitos colaterais graves na saúde e funcionamento geral de seus cães.

Estudos também mostram que a proliferação de radicais livres pode levar a danos celulares que contribuem para doenças cardíacas. Embora a deficiência de vitamina E seja rara em uma espécie canina, ainda pode ser uma ameaça à saúde de seus cães, uma vez que se desenvolve.

Os Usos E Benefícios Da Suplementação De Vitamina E

Vitaminas e minerais para cães na dosagem e concentração ideais irão aumentar a saúde e o bem-estar geral do seu cão. O mesmo acontece quando se corta a vitamina E para cães:

  • Bem-estar do tecido conjuntivo

A vitamina E melhora a pelagem e a pele dos caninos por meio de seu excepcional suporte de tecido conjuntivo. Doses ideais de vitamina E na dieta de cães diminuem a redução da elasticidade muscular e da pele. Além disso, as propriedades antiinflamatórias da vitamina E reduzem os sintomas de alergia, como coceira.

  • Melhora o funcionamento do sistema imunológico

Os radicais livres instáveis atacam as células saudáveis do corpo humano, que ameaçam o funcionamento do sistema imunológico de seu cão.

  • Promove uma pelagem brilhante

A deficiência de vitamina E deixa seu cão vulnerável a doenças de pele como psoríase, psoríase, erupções cutâneas e doenças de pele, para citar alguns. Alterar a dieta do seu cão para uma dieta que inclua altos níveis de vitamina E pode estimular uma cobertura brilhante e brilhante.

A vitamina E também trata a pele seca, com manchas e coceira, causada por uma doença cutânea conhecida como dermatite atópica.

As vantagens adicionais da suplementação de vitamina E em cães são as seguintes:

  • Interrompe a fertilidade
  • Retarda o processo de envelhecimento
  • Regula o funcionamento do trato digestivo
  • Previne doenças degenerativas como crescimento de catarata
  • Melhora a função respiratória

Uso Tópico De Vitamina E Para Cães

Além do consumo de vitamina E por meio de suplementação oral junto com a dieta, os cães também podem se beneficiar da aplicação tópica de vitamina E. A vitamina E pode ser administrada por meio de óleos e xampus para cães, que são aplicados diretamente na pele ou revestimento.

Aplicação tópica de vitamina E para coceira na pele de cães, lesões de pele, caspa e psoríase. Tópicos de vitamina E não tratam apenas alergias e doenças de pele, mas melhoram as variáveis de brilho, brilho e brilho do pelo de seu cão.

Você também pode utilizar óleo de vitamina E para controlar doenças de ouvido. Basta colocar uma gota de vitamina E no ouvido infectado para diminuir a inflamação e a dor. De acordo com os veterinários, você pode apenas usar o óleo em sua orelha, pois pode causar efeitos colaterais quando usado diretamente no canal auditivo.

O óleo de vitamina E também pode ser usado para tratar feridas superficiais, calosidades e picadas de insetos. Suas propriedades propriedades auxiliam adicionalmente no tratamento da pele. Você pode usar o óleo diretamente na pele sensível, escamosa e com coceira por duas a cinco semanas para descobrir desenvolvimentos na pele de seu cão.

A Vitamina E Também Está Presente Na Dieta De Cães?

Outra maneira de melhorar seu cão com vitamina E é por meio de sua dieta. Alimentos premium para cães, além de vegetais com folhas verdes e óleos vegetais, também incluem altas doses de Vitamina E. Ração seca de qualidade para cães ou rações, fornecem uma quantidade saudável de vitamina E.

Muito pouca vitamina E na dieta de seu cão é manifestada pela existência de problemas relacionados à pele. Outras indicações de deficiência de vitamina E seriam as seguintes:

  • Muda excessiva
  • Pele seca e escamosa
  • Pêlo ruim
  • Remendos finos ou sem pelos em um casaco de cachorro

Se você adicionar peixes gordurosos, óleo de jojoba, azeite de oliva, óleo de fígado de bacalhau ou outros óleos valiosos para a alimentação canina, a vitamina E A vitamina é crucial. A vitamina E anula o aumento dos radicais livres provocados pela ingestão de óleo.

As dicas de linguagem corporal do seu cão também dirão se ele deseja vitamina E:

  • Ritmo
  • Fraqueza
  • Falta de atenção ou concentração
  • Balançando a cabeça
  • Sonolência

Como Você Treina Seu Cão Para Consumir Vitamina E?

Pode ser difícil fornecer a seu cão doses extras de vitamina E. Alguns cães são enjoados para comer, o que pode tornar mais difícil suplementar a vitamina E em sua dieta diária. Os especialistas sugerem a inclusão de alimentos ricos em vitamina E em suas refeições. Uma das fontes mais frequentes de vitamina E incluem alface, amendoim, ovos e semente de girassol.

Se o seu cão está relutante em carregar esses alimentos, não os force. Se isso for verdade, é muito melhor treinar seu adorável cachorrinho para consumir vitamina E na forma de suplemento. Você também pode tentar dar-lhes alimentos com suplementos vitamínicos especialmente formulados na forma de rações ou petiscos para cães.

Se seu cão está tendo dificuldade para consumir comprimidos ou pílulas de vitamina E, sugerimos esconder os suplementos nutricionais em sua comida. Com essa técnica, seu cão engolirá rapidamente a comida sem nem mesmo descobrir que ingeriu a pílula de vitamina E durante o procedimento.

Para pais de animais de estimação que nossos cães não podem ser enganados, recomendamos treinar o filhote para consumir guloseimas com suplementos de vitamina E. Eles podem até ser utilizados como recompensa por meio do treinamento de obediência. Se isso ainda não funcionar, sugerimos incorporar o tratamento com vitamina E a alguma partida de arremesso e pega. Nesse método, é possível dizer ao seu cão para pegar a guloseima e comê-la, o que torna mais agradável para ele consumir vitamina E do que se arrepender como um trabalho.

Dosagem Segura De Vitamina E Para Cães

A vitamina E está geralmente disponível em cápsulas de gel moles para consumo oral e tipo de óleo para aplicação tópica. Geralmente é seguro alimentar seu cão com cápsulas de vitamina E, desde que o suplemento não inclua quaisquer aditivos ou aditivos venenosos.

A dose e fórmula de alimentação perfeitas dependem de vários fatores diferentes, como a quantidade de comida que seu cão come todos os dias, seu período de vida, tamanho e níveis de ação.

A dose de vitamina E entre 4.000 e 6.000 UI não causa efeitos indesejáveis ou consequências adversas, e os veterinários defendem contribuir para raças menores de cães com 400 UI por dia e 800 UI para raças maiores.

Dicas De Segurança Para A Suplementação De Vitamina E

  • Monitore cuidadosamente a quantidade de vitamina E que você inclui na comida de seus cães.
  • Recomendamos conversar sobre a dose perfeita e o tipo de suplemento nutricional com seu veterinário. Eles oferecerão a você a dose e a concentração específicas que são seguras e eficazes para o cão. Determinar a quantidade adequada de vitamina E para seu cão interromperá os efeitos colaterais e a overdose de vitamina E.
  • Os suplementos de vitamina E para cães não são iguais à vitamina E de grau humano. Não alimente seu cão com seus suplementos de vitamina E.

A vitamina E é altamente recomendada por veterinários, pois eles mantêm seu cachorro saudável, alegre e com uma vida mais saudável. O melhor método para garantir que seu cão está recebendo vitamina E suficiente seria fornecendo-lhes bons alimentos para animais de estimação, xampus e óleos aprovados por dermatologistas e suplementos nutricionais de qualidade superior.